[Sem Título]

Nem sei por qual motivo ainda alimento certos sonhos. Nem sei por qual motivo ainda procuro uma faísca qualquer pra acreditar nas pessoas. As vezes, penso que devo ter um Q enorme de masoquismo sentimental.

Esperar uma ação, uma palavra, uma atitude de algumas pessoas que só deixam mais claro que nunca me darão o que eu gostaria. Que consideração não é algo que vc pode fazer surgir, é algo que ou a pessoa tem ou simplesmente não tem.

Fico a me questionar, até quando vou esperar, até quando vou suportar conviver com algo tão incerto. Será que alguns momentos que me fazem sentir especial ao lado de alguém compensam os outros momentos que ela faz com que eu me sinta tão pequena? tão nada? Tão tola?

Tenho medo de virar a página e deixar para traz algo que eu sonhava poder dar certo, ao mesmo passo que tenho medo de continuar tentado e fazer da página somente um borrão de lágrimas. Provavelmente nunca saberei o caminho certo que deveria ter tomado, mas de uma coisa eu sei, eu tentei, eu juro que tentei, que esperei, que sonhei, que fiz e faço mais do que deveria.


1 comentários:

Alter Ego disse...

naum escrevi isso aew,
mas senti cada palavra.
tu se garante zamiga o/